Confrontos no Tibete terão provocado vários mortos, Dalai Lama pede à China para se abster do recurso à força

Março 14, 2008

14.03.2008 – 14h32 Agências

Várias pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nos confrontos registados hoje no centro da capital tibetana, durante manifestações contra a administração chinesa. O Dalai Lama, líder espiritual do Tibete, diz estar muito preocupado com a violência em Lhasa e apela à China para se abster do recurso à força.

“Sim, há vários mortos”, declarou um funcionário do centro de emergência médica de Lhasa, em declarações telefónicas à AFP. “Estamos muito ocupados com os feridos, pois temos aqui muitos”, acrescentou o mesmo funcionário que pediu para não ser identificado.

A rádio Ásia Livre (RFA), citando testemunhas em Lhasa, confirma pelo menos dois mortos durante os confrontos no centro histórico da cidade, onde começaram os primeiros incidentes, adiantando que a polícia abriu fogo sobre a multidão.

Os manifestantes “saquearam lojas chinesas e a polícia disparou balas reais contra a multidão. Ninguém neste momento tem direito de se dirigir para a cidade”, adiantou uma fonte tibetana àquela rádio, sediada nos EUA.

De acordo com a mesma fonte, os participantes nas manifestações, inicialmente pacíficas, incendiaram carros, saquearam lojas, e atacaram vários edifícios associados à presença chinesa no Tibete.

Uma resposta to “Confrontos no Tibete terão provocado vários mortos, Dalai Lama pede à China para se abster do recurso à força”


Comments are closed.

%d bloggers like this: